frase2.png

A venda da REMAN, apesar de ilegal, foi anunciada em outubro de 2019, pela Petrobrás. A REMAN é a única refinaria da região Norte.

 

Mesmo com capacidade elevada de produção, atualmente a refinaria funciona apenas com 15% da sua capacidade, devido as políticas de privatização.
 

A REMAN está localizada no Distrito Industrial em Manaus, onde  também estão localizadas fábricas que fazem parte do Polo Industrial de Manaus (PIM), que passa por um processe de desinvestiemento.

 

No cenário econômico, a refinaria é uma das três empresas com maior arrecadação de ICMS do Amazonas que pode ser investido, principalmente, em saúde e educação ao Estado.

tit1.png

A Refinaria de Manaus - REMAN ou Refinaria Isaac Sabbá está localizada as margens do Rio Negro em Manaus e abastece os estados de Amazonas, Roraima, Acre, Amapá, Pará e Rondônia.

A REMAN normalmente opera com capacidade de processamento de 7 milhões e 300 mil litros de petróleo por dia, o que corresponde a 46 mil barris por dia. E tem como os principais produtos o GLP, que é o gás de cozinha; o naft petroquímica, gasolina, querosene de aviação, óleo diesel, óleos combustíveis, óleo leve para turbina elétrica, óleo para geração de energia e asfalto. 

DSC_1759.JPG

A refinaria possui a primeira unidade de craqueamento catalítico de petróleo da América Latina. É autosuficiente em energia e dispõe uma central termoelétrica que produz e dispõe 5,8 megawatts, uma capacidade para atender uma cidade com 35 mil habitantes. Além da capacidade de operação reduzida pela atual gestão para iniciar o processo de venda, a REMAN também possui a operação de unidades paradas, sem nenhuma explicação técnica. Tais medidas de privatização comprometem a produção dos produtos, colocam a segurança dos trabalhadores em risco e também a população, que fica entregue a altos e baixos de preços de combustíveis e gás de cozinha e corre risco de desabastecimento. 

As principais unidades existentes na REMAN são: 

- Duas Unidades de Destilação Atmosférica 

- Uma unidade de Destilação à Vácuo 

- Unidade de Craqueamento Catalítico

Da-Reman-ao-consumidor-amazônida.png

A Reman realiza a transformação de petróleo e gás natural em derivados de maior valor agregado, como: gás de cozinha, gasolina, lubrificantes, diesel, asfaltos e fertilizantes. 

Quando sai da refinaria, os produtos são entregues aos postos por um preço estabelecido. A gasolina, por exemplo, sai da refinaria no valor de R$:1,65.

Antes de ser privatizada, a BR Distribuidora exercia uma importante função de transporte parra o consumidor por baixo custo, o que também afetava no valor final de combustível para o consumidor.

+ Entenda um pouco a formação do preço do combustível

Da Reman ao consumidor.png
Um-pouco-da-história-da-Reman.png
DSC_0049 (2).JPG

A refinaria iniciou as operações em setembro de 1956 e foi inaugurada oficialmente em janeiro de 1957, até então era conhecida como Companhia de Petróleo da Amazônia (Copam) com capacidade para 5 mil barris/dia. 

Somente em 1974, a refinaria foi incorporada ao Sistema Petrobrás e passou a ser a Refinaria de Manaus - Reman e em 1997, foi rebatizada pela Petrobrás como Refinaria Isaac Sabbá (REMAN).  



 

Fotos: Arquivo Sindipetro-AM